Foto: DOF

Casal preso na noite de sábado (9), com mais de US$ 2 milhões foi identificado como Alexandro Benevides, de 42 anos, e Eliete Felisbino Benevides, de 45 anos. Eles são moradores em Guarulhos, na grande São Paulo, e foram contratados para levar o dinheiro até Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, onde acabaram presos.

De acordo com o DOF (Departamento de Operações de Fronteira), Alexandro e Eliete receberiam R$ 4 mil para levar o dinheiro de Guarulhos até Corumbá. O valor, que totalizou US$ 2.421.324,00, era levado em embrulhos de presentes, dentro de malas. O casal estava em um ônibus na BR-262 quando foi preso e o valor ultrapassa os R$ 8 milhões, também segundo a polícia.

Alexandro e Eliete foram levados até a Polícia Federal de Corumbá e autuados por evasão de divisas, crime financeiro que consiste em enviar divisas para o exterior de um país sem declarar à repartição federal competente.

Operação ‘Corumbá Segura II’

A Operação ‘Corumbá Segura II’ deflagrada pelo GGI-Fron (Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira) realiza o patrulhamento nas entradas e saídas da cidade para a repressão a crimes na fronteira. Como no caso da apreensão, também são realizadas a vistoria em veículos e buscas foragidos da Justiça.

A Polícia Militar, DOF (Departamento de Operações de Fronteira), Polícia Civil, PRF (Polícia Rodoviária Federal), Policia Federal, PMRv (Polícia Militar Rodoviária); Guarda Municipal, Agetrat; Marinha e órgãos de segurança participam da operação.

Confira o vídeo da apreensão: