Oito vereadores que exerciam mandato em 2011 em Iguatemi (MS) foram condenados a devolver R$ 40.356,24, devidamente atualizados monetariamente, referentes a valores recebidos indevidamente. A decisão é do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE-MS).

A inspeção foi realizada pela Corte Fiscal na Câmara Municipal de Iguatemi (MS), de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2011, e detectou o pagamento dos subsídios dos vereadores acima dos limites constitucionais.

Terão de reembolsar os cofres públicos os vereadores: Jesus Milane Santana, valor total de R$ 9.417,36; Varico de Paula, valor total de R$ 7.017,36; Ricardo R. de Souza, José Carlos Dos Santos; Clareny K. Ranghetti, Elina A. Gomes Caceres, Valdemar Souza Cruz, e Edson Barbosa De Souza; valor total de R$ 3.417,36, cada.

correio do estado