Um rapaz de 24 anos foi preso nesse fim de semana em Três Lagoas ao comparecer no velório de uma mulher que havia sido atropelada na sexta-feira (10), e levantar suspeitas de ser o autor do crime.

Conforme relatado por familiares à polícia, o homem desconhecido pela família chegou ao local chorando muito, e durante a cerimônia passava a mão na cabeça da mulher. O comportamento do rapaz chamou atenção, fato que levou a acionar a polícia.

Ao ser abordado pela equipe policial, o homem que apresentava nervosismo alegou falso nome e ser amigo da vítima, mas que fazia muito tempo que não a via. A polícia verificou o celular do suspeito e nele encontrou três ligações na data do acidentes e na data anterior ao fato (09/07) recebidas da vítima. Assim, ficou constatado que o sujeito mentiu ao dizer que fazia muito tempo que não falava com a vítima.

Durante vistoria, a equipe encontrou uma mancha de sangue em sua orelha e o autor não soube explicar. Com isso, a equipe da Rotai (Rondas Ostensivas Táticas do Interior) foi até a casa do suspeito, onde encontrou uma blusa de cor preta com vestígios de sangue.

Na madrugada de sábado (11), o corpo da vítima foi encontrada em um terreno baldio ao lado de uma bicicleta, no bairro Jardim das Oliveiras, em Três Lagoas. Segundo a vizinhança, ela foi atingida de frente por um carro, enquanto conduzia sua bicicleta.

O rapaz foi preso e encaminhado para Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), e confessou que mantinha relacionamento amoroso com a vítima. A polícia aguarda agora trabalho da perícia para o recolhimento das provas.

ms noticias