Na próxima quinta-feira (26) e sexta-feira (27), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vai ao Paraguai para uma agenda institucional com o presidente do país vizinho, Horácio Cartes.

Nesta terça-feira (24), a Assembléia Legislativa votou o projeto autorizando a ida do Chefe do Executivo ao exterior. No período, que assume o comando do governo é a vice-governadora, Profª Rose Modesto (PSDB).

Na comitiva do governador estarão os secretários Eduardo Riedel, de governo, Jaime Verruck, de meio ambiente e desenvolvimento econômico, e do presidente da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), Sergio Longen.

Alem de Cartes, com quem vai discutir assuntos de segurança na fronteira e vigilância sanitária, em especial controle da febre aftosa, Azambuja vai se encontrar com o ministro da indústria e comercio paraguaio, Gustavo Leite, para uma pauta de interesses comerciais de Mato Grosso do Sul.

“Esses são temas que precisam de uma interlocução entre o Estado o governo do Paraguai para podermos solucionar os problemas”, afirmou o governador.

Outra questão que será debatida é a proposta da rota bioceânica que passará pela ponte do Rio Paraguai, no município de Porto Murtinho. “Vamos discutir isso em conjunto, até por que o Banco Mundial tem interesse em investir nesse empreendimento”, finalizou.

midiamax