O prefeito de Amambai, Sérgio Diozébio Barbosa (PMDB) decretou luto oficial no município por conta da morte da produtora rural Júlia Cardinal.

Júlia, que em dezembro passado havia completado 100 anos de idade, foi casada com Lino do Amaral Cardinal e faleceu na manhã dessa quinta-feira, 12 de fevereiro, na cidade de Ponta Porã, onde residida.

Ela, juntamente com o esposo também já falecido, doaram ao município de Amambai a área de terra onde hoje está instalada a Escola Agrotécnica Lino do Amaral Cardinal, a “Escola Agrícola” de Amambai.

Dona Júlia também ficou conhecida como grande líder ruralista e era pioneira no sindicalismo sul-matogrossense.

Fonte: A Gazeta News