Um policial militar do 7º Batalhão de Polícia Militar de Aquidauana, lotado recentemente no DOF (Departamento de Operações de Fronteira), cabo PM Neilton Canhete de Souza de 37 anos, foi preso suspeito de tráfico de drogas na manhã desta quarta-feira (25), na região de Aparecida do Taboado, cidade que faz divisa com o Estado de São Paulo. Uma mulher identificada por Suzana da Silveira de 28 anos, também foi presa.

 De acordo com informações da Polícia Civil de Aparecida do Taboado, o cabo seguia em um veículo GM/S-10, de cor prata, com placas de Campo Grande, a mulher e uma criança, [filha da mulher], quando foram abordados na BR-158, próximo de um posto de combustível. Em vistoria no veículo, foi localizado cerca de 30 quilos de maconha e meio quilo de haxixe, a droga estava em uma caixa de som, disse o policial ao Jornal da Nova.

Ele teria saído de serviço nesta terça-feira (24), ido até Amambai em uma audiência e depois viajado com o veículo recheado com a droga. Ele estava no DOF aproximadamente dois meses.

A Polícia Civil chegou ao conhecimento do ilícito, através de denúncia anônima, que uma caminhonete iria levar drogas de Paranaíba a Aparecida do Taboado, foi quando os agentes deram o flagrante.

O coronel e diretor do DOF, PM Barbosa, confirmou a prisão ao Jornal da Nova, mas não quis comentar sobre o caso e disse apenas que o militar estava a pouco tempo naquele Departamento.

O Jornal da Nova tentou contato com a assessoria da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul e com o 7º BPM, onde o cabo PM é lotado, ninguém também quis comentar o caso, informando que uma nota seria enviada à imprensa.

Jornal da nova