Na segunda-feira (02/03) Gestores de Políticas Públicas para Mulher de todo o Estado participaram de um encontro em Campo Grande, onde ocorreu a abertura do Mês da Mulher. O evento contou com a presença do governador Reinaldo Azambuja e da primeira-dama Fátima Azambuja; da vice-governadora e secretária Direitos Humanos, Trabalho e Assistência Social (Sedhast), Rose Modesto, e da gestora estadual de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja Roca, além de gestores da pasta de todo o estado.

Representando a coordenadoria da mulher de Paranhos estava à senhora Lindalva Barthimann e a gestora de assistência social no município, professora Antonia Zagonel.

O Governador destacou em suas falas que deve enviar nos próximos dias projeto de lei para a Assembleia que atenda também à demanda das mulheres no Estado. “Vamos encaminhar ao Legislativo nos próximos dias Projeto de Lei de Incentivos Fiscais e a novidade agora é que para receber o benefício vai ter de criar também a empresa amiga da mulher”, anunciou o chefe do Executivo estadual.

A vice-governadora e secretária da Sedhast, Rose Modesto, ressaltou que a pasta vai receber tratamento merecido neste governo. “Não será mais como política assistencialista, mas de importância de Direitos Humanos. Este é um avanço a ser trazido neste governo”, disse.

A primeira dama apresentou a Casa da Mulher Brasileira, que foi inaugurada no mês de fevereiro com a presença da presidente Dilma fica no Jardim Imá, em Campo Grande, a Casa conta com a Delegacia 24 Horas de Atendimento às Mulheres, vítimas de violência. Fátima Azambuja ressaltou que o governo do estado pretende realizar obras e ações que beneficiam as mulheres também no interior e deve começar na fronteira.

Jaime Mel