Com a missão de diminuir os índices de criminalidade no Estado, mas com a garantia de que a segurança pública é uma das prioridades do governo, o novo comandante da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Deusdete Souza de Oliveira Filho, foi empossado na manhã de ontem terça-feira (13 de janeiro) no Comando Geral da corporação pelo governador Reinaldo Azambuja.

O desafio principal do novo comandante é a diminuição dos índices de criminalidade no Estado. Para isso, segundo o governador, a corporação receberá investimentos na ampliação e na formação do quadro e no aparelhamento dos militares. Azambuja comentou também que a Secretaria de Justiça e Segurança Pública irá “despolitizar a corporação” e combater ostensivamente a corrupção.

“Elencamos a segurança pública como uma das principais prioridades para atendermos bem a população. Por isso garanto aos valorosos policiais militares: vamos melhorar as condições de trabalho, de equipamentos e investir na formação. Além disso, vamos combater a politização da Polícia Militar e a corrupção em todos os setores. Trabalhando coletivamente tenho certeza de que diminuiremos a criminalidade. Dá para abaixar os atuais índices e nós vamos abaixa-los”.

Entre as primeiras ações que serão tomadas pelo governo do Estado estão o aumento do efetivo, com a incorporação gradual de mais de 850 praças que passam por treinamento na Academia da Polícia Militar, o projeto de escala remunerada, que pretende ampliar o número de policiais nas ruas e que atualmente está em análise na Assembleia Legislativa e o projeto de Patrulha Eletrônica, que utilizará câmeras e centrais de monitoramento em grandes municípios e pontos estratégicos da Capital.

Para o novo comandante, coronel Deusdete Souza de Oliveira Filho, a primeira providência será a valorização dos bons policiais. “O material humano é o maior bem da nossa corporação. Vamos coloca-los em primeiro plano e suprir as atuais necessidades materiais com planejamento. Temos um olhar técnico para isso e extrema dedicação das pessoas que fazem a Polícia Militar”.

Com extenso currículo e participação em cursos de aprimoramento na Agência Brasileira de Informação, Polícia Federal e Ministério Público, Deusdete Souza de Oliveira Filho assume o posto do coronel Valter Godoy Rojas, que comandou a Polícia Militar de 31 de março de 2014 até 13 de janeiro. Em seu discurso de transmissão do posto, Rojas lembrou-se das dificuldades técnicas enfrentadas pela corporação nos últimos meses e garantiu que “auxiliará de forma dedicada a nova gestão que se inicia”.

ASSESSORIA