Pedrojuanina tinha 20 anos e sofria com um câncer terminal

Larissa Ramirez, de 20 anos, foi vencida pelo câncer. A jovem que comoveu toda a fronteira com sua história veio a óbito na manhã dessa segunda-feira, dia 2. Ela estava internada no Instituto Nacional do Câncer e em um áudio a jovem havia relatado que estava com tumores, que até a impediam de caminhar.

Através do áudio, a sociedade da cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero se solidarizou e buscava recursos para adquirir medicamentos para o tratamento de Larissa.

O desejo de Larissa era de morrer em sua cidade, Pedro Juan, mas isso não foi possível. ela deixou um filho de 4 anos.

Seu corpo esta sendo velado no Pax Primavera de Pedro Juan.

ponta pora informa