A homenagem da Câmara Municipal de Campo Grande a artistas regionais propiciou momento constrangedor a vereadores na manhã desta quarta-feira (8). Um dos homenageados lançou ao chão o troféu que recebeu e, aos berros, chamou os parlamentares de “hipócritas”.

O episódio foi protagonizado pelo poeta Jorge de Barros Oliveira, indicado por Thais Helena (PT) para receber a homenagem, em sessão solene alusiva ao Dia do Artista Regional. Ele foi o primeiro homenageado, após uma abertura que contou com Delinha apresentando o clássico ‘Sol e lua’ ao lado do filho, João Paulo, e do sanfoneiro Dilsinho.

Ao receber o troféu, Jorge levantou um cartaz do ‘SOS Cultura’, movimento criado para protestar contra a Prefeitura. Há meses, artistas regionais reclamam do atraso de pagamento de cachês e de repasses a projetos culturais.

Depois, Jorge disse que não tinha motivos para comemorar, falando que a maioria dos vereadores é hipócrita. Por fim, rasgou o certificado que recebeu da Câmara.

Por mais que o clima fosse festivo, até o presidente da sessão, Vanderlei Cabeludo (PMDB), discursou em tom de crítica ao Executivo. “Hoje poderíamos estar comemorando muito mais, mas devido ao momento que atravessa a cultura de Campo Grande não temos o que comemorar”, disse ele, falando que o setor está parado na cidade: “quero pedir aos artistas que se juntem, reclamem mesmo”, continuou.

O Dia do Artista Regional foi instituído no município pela lei número 4.579/07. Ao todo, foram 52 indicações para homenagear artistas, duplas ou grupos artísticos de diferentes áreas.

midiamax