O governo de Mato Grosso do Sul criou um grupo especial para fomentar iniciativas de adesão ao Cadastro Ambiental Rural (Car-MS) no estado. A resolução que cria a Unidade de Coordenação do Projeto (UCP) CAR/MS – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) – Fundo Amazônia, foi publicada na edição desta segunda-feira (9), do Diário Oficial do estado.

Conforme a resolução, a UCP contará com servidores do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) e da Superintendência de Gestão da Informação (SGI), órgãos vinculados as secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade), de Produção e Agricultura Familiar (Sepaf) e de Fazenda (Sefaz).

O grupo especial, conforme a resolução, terá objetivo de planejar e executar ações que estimulem a adesão de produtores rurais do estado ao Car-MS. Os recursos para as atividades vão vir do Fundo Amazônia, concedido pelo BNDES.

 

O Car-MS
O registro no Car-MS é obrigatório. No sistema os produtores  devem declarar as informações ambientais de suas propriedades rurais. Os dados vão possibilitar o controle, monitoramento e planejamento ambiental no estado.

Conforme o Imasul para que o produtor rural tenha acesso ao Car-MS ele precisa antes fazer um cadastro prévio no Sistema Imasul de Registros e Informações Estratégicas do Meio Ambiente (Siriema).

O prazo de cadastramento vai até 5 de maio de 2015 e o registro no Car-MS é o primeiro passo para a obtenção de qualquer licença ambiental para uso ou exploração dos recursos naturais das propriedades rurais.

G1