A polêmica criada nas redes sociais quando anunciou a aprovação no vestibular da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) pelo sistema de cotas sociais [medida legal que permite mais chances ao candidato que cursou o Ensino Médio na rede pública] não intimidou o deputado federal Geraldo Resende a confirmar a matrícula para o curso de Direito na instituição.

A UFGD abriu na semana passada o prazo de matrículas para os aprovados no Vestibular. Os selecionados em primeira chamada tinham até sexta-feira (9) para confirmar a participação nos cursos da Federal neste primeiro semestre de 2015.

Geraldo Resende, que se encontra em viagem de férias, foi representado pela procuradora Maria Paulina para o preenchimento da ficha de inscrição e a confirmação de matriculado na turma deste ano da Fadir (Faculdade de Direito e Relações Internacionais). O parlamentar já é médico formado pela Universidade Federal do Ceará na década de 80.

DouraNews