O filme “Em nome da Lei”, inspirado no juiz federal Odilon de Oliveira, será rodado inteiro em Dourados, e contará com 600 figurantes, todos da cidade. As informações foram da produtora executiva Camila Medina e do produtor Henrique Castelo Branco, durante reunião na manhã desta quinta-feira (12), no anfiteatro do CAM (Centro Administrativo Municipal).

As gravações terão início no dia 21 de março, com previsão de término no dia 17 de maio com previsão de estreia nos cinemas em janeiro de 2016.

“É um filme grande e detalhista. Serão sete semanas de gravação com muitas cenas de ação, explosões, tiroteios. Não é fácil de fazer. Vamos trabalhar com um elenco grande e só figurantes serão 600, fora a equipe de produção. Tivemos muitos encontros entre roteiro e cinematografia para que o filme acontecesse”, informou Camila.

Os atores principais são Matheus Solano que interpretará o juiz, Paolla Oliveira que interpreta a promotora de justiça que ajuda o magistrado e Chico Dias, o antagonista como um traficante de drogas. Sobre os cenários, muitos serão adaptados, e já estão sendo preparados desde o início de janeiro.

Parte do elenco chega no dia 19 de março, alguns atores vêm para Dourados gravam cenas e voltam para a cidade de origem, por conta de outras agendas de trabalho.

“Vamos gravar seis dias por semana e folgamos um, serão 12h de filmagens, em alguns casos 14h, vai muito da cena”, explica Henrique.

Na produção, a equipe é composta de aproximadamente 60 pessoas, com mão de obra da cidade, que estão trabalhando para organizar os locais onde acontecerá as filmagens.

Para o prefeito Murilo Zauith (PSB) a gravação do longa trará divisas para a cidade e a colocará em evidência no cenário nacional. “Dourados vive um excelente momento e o filme rodado aqui trará muitas divisas para o município com geração de emprego e fomentando a economia”, disse.

Dourados news