Funcionário de uma farmácia foi vítima de um homem que se passou por médico, encomendou medicamento e crédito para telefone celular, que foi imediatamente inserido. O suposto cliente pagaria, pelo remédio, no ato de entrega numa unidade de saúde de Paranaíba (MS).

A vítima, de 54 anos, descobriu o golpe, quando a conta foi enviada ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora e recusada; nenhum médico havia feito a encomenda. De acordo com o Midiamax, o prejuízo foi de R$ 2.089,00.

A polícia abriu inquérito para apurar o caso de estelionato. Denúncias ou informações que possam ajudar o trabalho policial, deve ser repassada pelo telefone 190, da PM. A denúncia é anônima.

douradosagora