Valor Básico da Produção (VBP) passou de R$ 10,886 bilhões em 2005 e atingiu os R$ 24,536 bilhões em 2015

O Valor Bruto da Produção Agropecuária, o VBP, de Mato Grosso do Sul deve atingir em 2015, os R$ 24,536 bilhões, conforme projeção do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), divulgada nesta terça-feira (23).

Confirmada esse estimativa, o VBP do estado deve acumular no período de dez anos um crescimento de 125,38% o equivalente a R$ 13,650 bilhões, já que em 2005 era de apenas R$ 10,886 bilhões.

Além desse grande incremento de valor, a análise dos dados do VBP nesta década ainda mostra o crescimento da importância da agricultura no cenário do agronegócio sul-mato-grossense.

Em 2005, 44,30% do VBP do Estado, o equivalente a R$ 4,823 bilhões, vinham da pecuária, mais especificamente da produção de bovinos. Essa participação da bovinocultura, na época, era maior do que o valor bruto de todos os produtos agrícolas somados, que representava 42,32% do total, ou R$ 4,607 bilhões.

Nesse período, a soja com R$ 2,675 bilhões, o milho com R$ 722,979 milhões e a cana-de-açúcar, com R$ 506,128 milhões, já eram os três produtos agrícolas com maior participação no VBP de Mato Grosso do Sul.

Em 2015, o panorama se inverteu. A bovinocultura continua tendo um peso muito grande na rentabilidade do agronegócio sul-mato-grossense, mas sua participação no contexto geral foi diminuída para 35,61%, o que representa R$ 8,739 bilhões.

Esse espaço foi ocupado principalmente pelo crescimento da agricultura no estado. Para 2015, a projeção do Mapa é que soma do valor bruto de todos os produtos agrícolas cultivados em Mato Grosso do Sul atinja os R$ 13,637 bilhões, o equivalente a 55,58% do VBP total do Estado.

Neste contexto ganha cada vez mais espaço a soja, com uma projeção de valor bruto de produção para o ano de R$ 7,113 bilhões (28,99% do total). Junto com a oleaginosa, o milho, com R$ 3,184 bilhões (12,97%) e a cana-de-açúcar, com R$ 2,770 milhões (11,29%), devem se mantém também entre as culturas com maior peso no VBP sul-mato-grossense este ano.

Cana News