O município de Dourados cada vez mais se consolida como grande polo na educação superior no Brasil. Suas quatro universidades oferecem 202 cursos de graduação e pós-graduação, nas modalidades presencial e EaD (Ensino à Distância) e reúnem mais de 25 mil alunos. É uma das pouquíssimas cidades do interior do Brasil a ser sede de duas universidades públicas.

Essas universidades são a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), Uems (Universidades Estadual de Mato Grosso do Sul), Unigran (Centro Universitário da Grande Dourados) e a Anhanguera Dourados.

São 79 cursos de graduação presencial, 26 cursos de graduação pelo sistema EaD, 18 cursos de pós graduação na modalidade doutorado, 22 cursos de pós (mestrado) e outros 22 pós (latu senso). Na modalidade pós (latu senso) pelo EaD são mais 35 cursos oferecidos nas quatro universidades.

O prefeito Murilo Zauith (PSB) destaca a importância dessas universidades para capacitar pessoas que vão atuar no desenvolvimento de Dourados e região e ainda do Brasil inteiro, já que pessoas de várias cidades do país chegam e estudam em Dourados. “É um orgulho para nós poder ter participado direta ou indiretamente da criação de cada uma dessas instituições”, diz.

O prefeito afirma ainda que os projetos em desenvolvimento pela Prefeitura de Dourados são fundamentais para manter e abrir novos cursos em várias áreas do conhecimento. “Essas universidades e o seu crescimento gera emprego e renda na cidade; são muito importantes no desenvolvimento de Dourados”, destaca.

UFGD

A instituição mais antiga presente em solo douradense é a UFGD. Começou como Centro Pedagógico de Dourados em 1970, ligado à UFMT. Depois virou campus da UFMS e em 2006 se tornou autônoma, transformando-se na UFGD. A universidade tem 32 cursos presenciais, entre eles agronomia, artes cênicas, ciências econômicas, engenharia de aquicultura, civil, de energia e mecânica, medicina e zootecnia.

Tem ainda 2 cursos de graduação com pedagogia de alternância (Licenciatura Intercultural Indígena e em Ciências da Natureza). Pelo sistema EaD são 5 cursos de graduação e 4 especializações voltadas para a área de gestão pública. A exceção é a especialização em Matemática.

A UFGD tem 8 cursos de doutorado, em Agronomia, geografia, entomologia, história, biotecnologia e biodiversidade, ciências da saúde, ciência e tecnologia ambiental e educação. São 18 cursos de mestrado, entre eles administração pública, agronegócios, antropologia e conservação da biodiversidade. Especialização (Latu Senso) são 12 cursos, estudos de gênero e interculturalidade, Residência agrária e Saúde pública.

UNIGRAN

A segunda mais antiga é a Unigran, funda em 1976. O centro universitário tem 26 cursos presenciais, entre eles direito, agronomia, arquitetura e urbanismo, engenharia civil, administração de agronegócios, ciências contábeis, enfermagem e farmácia, fisioterapia, medicina veterinária, odontologia e tecnologia em radiologia. Pelo sistema EaD são 10 cursos de graduação, teologia e tecnologia em negócios imobiliários.

Na pós-graduação são 6 especializações presenciais, entre eles engenharia de segurança do trabalho, radiologia médica e imaginologia e MBA em gestão estratégica empresarial. Há 2 pós-graduações semipresenciais, em administração e ciências Contábeis e 16 pós pelo EaD, incluindo gestão em saúde pública, psicologia organizacional e do trabalho, MBA executivo em administração com ênfase em recursos humanos,  educação inclusiva, diversidade e cidadania e Direito constitucional, Crimes tributários: um estudo sob a luz do direito penal e do direito tributário.

UEMS

A Uems foi criada em 1993 em Dourados e conta com 14 unidades no Estado. Em Dourados são 17 cursos graduação presencial, entre eles ciência da computação, direito, enfermagem, engenharia ambiental, engenharia física e turismo. Há uma graduação à distância (administração pública).

Na área de pós graduação presencial são 1 doutorado (recursos naturais); 4 de mestrado (recursos naturais, ensino em saúde, letras, matemática) e 3 especialização, entre elas ciências do envelhecimento humano, direitos difusos e coletivos e gestão pública e privada do turismo. As 3 especializações pelo EaD são em educação especial, gestão da saúde e gestão pública.

ANHANGUERA

A Anhanguera Dourados nasceu a partir da FAD (Faculdade de Administração de Dourados), criada na década de 1990, que foi adquirida pela Uniderp, sendo esta vendida para a Anhanguera em 2007. Oferece 5 cursos de graduação presencial (pedagogia, administração, ciências contábeis, medicina veterinária e agronomia).

Pelo sistema EaD são 10 cursos de graduação, entre eles enfermagem, serviço social, tecnologia em logística e história. São 13 cursos de pós-graduação, 1 presencial (gestão de agronegócio) e 12 pelo EaD, entre eles enfermagem do trabalho, MBA em gestão de pessoas, serviço social e gestão de projetos e alfabetização e letramento.

DiarioMS