O Departamento de Operações de Fronteira (DOF) desencadeou de 30 de março a 5 de abril ações coordenadas de policiamento na fronteira de Mato Grosso do Sul. O diretor do departamento, tenente coronel Ary Carlos Barbosa ressaltou a presença do DOF na fronteira e o efeito positivo refletido no número de abordagens e apreensões em apenas uma semana.

A Operação denominada “Semana Santa na Fronteira” contou com mais de cinquenta policiais e, segundo o comando, garantiu um feriado tranquilo na região fronteiriça do Estado com países vizinhos. “O patrulhamento itinerante de fronteira desenvolvido pelos policias repercutiu positivamente durante o feriado e garantiu a paz e a tranquilidade de quem trafegava nas estradas da faixa de fronteira do nosso Estado”, diz nota enviada à imprensa.

Segundo o balanço, foram mais de 1,3 mil veículos abordados e vistoriados, além da apreensão de 653 quilos de maconha, oito quilos de cocaína e 13 quilos de haxixe. Foram apreendidos ainda sete veículos por adulteração nos sinais de identificação, recuperados 2 veículos produtos de roubo e cumprido um mandado de prisão. O DOF apreendeu também uma pistola calibre 9 milímetros e 68 munições de mesmo calibre.

O diretor ressaltou a grande incidência de veículos com características e sinais de identificação adulterados e falou sobre a importância da capacitação dos policiais no reconhecimento destes truques que tentam ludibriar a fiscalização. “Temos notado o trânsito de um grande número de veículos com sinais de identificação adulterados, tanto em chassi quanto em motor e, a confirmação desse tipo de ilícito é de difícil constatação e, por esse motivo a direção do DOF tem investido na capacitação dos seus policiais para que tais crimes sejam coibidos principalmente na área de fronteira. No mês de março, foi realizado em parceria com a Senasp, o Curso de Unidades Especializadas de Fronteira e Capacitou mais de trinta profissionais neste sentido”, disse o tenente coronel Barbosa.

Assessoria