Na falta de um córrego por perto, uma capivara que passeava pela Rua Domingos Marques, no Bairro Vilas Boas, entrou em uma das casas e não pensou duas vezes, foi direto para a piscina. O dono da residência, o comerciante Durvalino Lima Valle, 67 anos, percebeu a visita “ilustre” quando abriu o portão para tirar o carro da garagem e o animal, que só queria se refrescar, virou a atração da vizinhança.

Mas quem se encantou mesmo com a capivara foi Rebeca, a neta de três anos. “Ela queria entrar na água para nadar com o bicho, mas a gente não deixou por questão se segurança”, contou Dorvalino. Segundo ele, a precaução é mais para evitar qualquer problema, porque o animal parece ser super dócil.

“Eu abri o portão e vi que um bicho vinha subindo a rua e entrou. Pensei que era um cachorro. Ela é bem mansa, acho que pode ter vindo de um córrego, que passa na Rua Das Vendas, aqui perto”, disse Durvalino, que chamou o Corpo de Bombeiros e, na demora, acionou ainda o Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) e a PMA (Polícia Militar Ambiental). Por enquanto, ninguém chegou para remover o animal. “Ela está folgada aqui”, brincou o morador.

A madrinha de Rebeca, a chefe de cozinha Rafaela Georges, 24 anos, chegou para visitar a afilhada e se juntou aos curiosos. “Isso é sinistro. Acho que é por conta do calor, que ela pulou na piscina. Eu achei demais, são coisas que acontecem só em Mato Grosso do Sul”, comentou.

Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a tempertura chegou a 29ºC na tarde de hoje na Capital.

campo grande news