Por apenas um voto de diferença, Alexandrino Garcia (PR) foi eleito prefeito do município de Aral Moreira, localizado a 364 quilômetros de Campo Grande. O candidato teve 2.558 votos (46,31% dos votos válidos) enquanto a segunda colocada Marinês Oliveira (DEM) teve 46,29% com 2,557 votos. Professor Eugênio Freire (PSC) ficou em terceiro com 7,40% dos votos.

Votos nulos e em branco somaram 4,77%.

Localizada na região sul de Mato Grosso do Sul, a cidade tem extensão territorial de 1.655,660 quilômetros quadrados e uma população de 11.586 habitantes, o que lhe rende uma densidade demográfica de 6,19 habitantes por metro quadrado.

O PIB (Produto Interno Bruto) é movimentado principalmente pela agropecuária, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A história do município se cruza com a de Ponta Porã, cujo desbravamento começa justamente onde está localizado Aral Moreira. Com o surto de desenvolvimento da pecuária e da agricultura, passa de distrito à município em curto espaço de tempo.

Sabe-se que o seu primeiro nome foi Rio Verde do Sul, teve como sede a Vila Caú, vinculado à Ponta Porã até a emancipação em 1976. O nome do município é em homenagem póstuma ao deputado estadual Aral Moreira.